Maestro Assistente

Francis Kan

Natural de Hong Kong, Francis Kan aprendeu música desde muito cedo e esta tornou-se parte integrante de sua vida.

Em 1993, depois de se formar na Academia para as Artes Performativas de Hong Kong, continuou os seus estudos na Escola de Música Guildhall em Londres, com uma bolsa integral. Recomendado pelo Maestro Sergio Commissiona, foi nomeado director estagiário da Orquestra Juvenil da Ásia, com a qual fez digressões em Hong Kong, Singapura e Estados Unidos.

Em 1995, ganhou o “Grande Prémio” no Concurso Internacional para Jovens Directores de Orquestra em Portugal e desde então tem trabalhado, como maestro convidado, com várias orquestras no exterior, incluindo a Orquestra Metropolitana de Lisboa, a Orquestra Nacional da Rádio Romena, a Filarmónica de Bucareste e a Orquestra de Câmara da Columbia Britânica, e Orquestra de Câmara Silvestri. Além disso, Kan trabalhou com a Sinfonietta de Hong Kong, a Orquestra de Câmara de Hong Kong, e a Orquestra Sinfónica Pan Ásia. Além disso, foi o Maestro Principal da Orquestra Filarmónica União, HKUSU, desde a sua criação até 2013.

Francis Kan é maestro assistente da Orquestra de Macau desde 2006, com a missão de promover a educação musical em Macau, e entre 2010 e 2012 foi igualmente maestro residente da Orquestra Sinfónica de Guiyang. Em anos recentes, tem colaborado assíduamente com o Centro Nacional da China para a Orquestra de Artes Performativas, a Orquestra Sinfónica de Shenzhen, a Orquestra Sinfónica de Zhejiang, e a Orquestra Sinfónica de Harbin. Em Março de 2015, dirigiu a Orquestra Sinfónica de Shenzhen num espectáculo de intercâmbio cultural para a República da África Sul e também dirigiu o concerto de abertura do “Ano da China” naquele país, o qual foi muito elogiado por Luo Shugang, Ministro da Cultura da República Popular da China. Em Setembro do mesmo ano, fez uma digressão pela Europa com a Orquestra de Macau, dirigindo-a em actuações com o jovem pianista Zhang Haochen, em Zurique e Budapeste. Em Junho de 2017, Kan actua com a Orquestra Sinfónica do Ballet Nacional da China, no Centro Nacional para as Artes Performativas em Beijing comemorando o 20.º aniversário da transferência de soberania de Hong Kong para a China.